quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Feliz Aniversário

Vó, esse blog tá virando quase que um cantinho nosso, o meu cantinho de falar com você. E aí, hoje, que seria o seu aniversário, só pensei em um jeito de te mandar o meu abraço. Abraço apertado e rodado, com você rindo da minha força e dizendo pra eu te soltar, porque girar te deixa tonta. Pensei ainda em festa com bolo, brigadeiro e, se bobear, até chapeuzinho, porque você sempre foi a criança mais mais autêntica da casa. Vó, se você puder assoprar suas velinhas hoje, faça um pedido bem bonito ... sei lá, viajar com o vovô, dançar com ele agarradinho, rever a bisa e todas as suas irmãs ... Puxa, vó, se você visse as perninhas do Rafa, tão gordinho, sorridente na sua banguelice, tenho certeza de que você diria, no seu portunhol, algo como "olha que pachorra". Já da Gabi, você diria "essa tiene correa!". Ai, que saudade, minha avozinha tão linda, meu chuchu, meu amor tão querido ... A gente vai se falando, vó ... Ano que vem, nessa data, se tudo der certo, eu vou olhar para o meu neném e dizer: "Hoje é aniversário da vovó que tá lá no céu".
Parabéns, vó! Tomara que tenha bolo de laranja e café com leite por aí.

5 comentários:

Rolando disse...

oi. estive aqui. parabéns atrazado a sua vó. gostei. apareça por lá. abraços.

no mundo da lu(a) disse...

Oi lu.
Adorei teu blog.
Tu escreves muito bem.Vou visitá-la mais vezes.
bjs.

Melk disse...

Adorei o post!!!! Parabéns!
Faça uma visitinha:
www.tireossapatoseentre.blogspot.com

Ark disse...

Num faz isso não. Fazendo os véim chorá...

• Nenhuma coisa é o nada e o nada não existe. disse...

te entendo perfeitamente
sinto falta também sinto de saudades de me aninhar no colo gordinho da minha vozinha
e tb de um bolo que só ela fazia
as avós são uma espécie de porta pra um jardim que só os netos conhecem
parabéns
escreve bem
tb escrevo e só quem escreve entende o escrever do outro